1º A HBD informa

O racionalismo grego

“médico grego foi o primeiro a olhar para um homem tendo ataque epilético”

O medico grego Hipócrates foi o primeiro o olhar um homem tendo um ataque epilético, ele acreditava que havia um fenômeno no corpo desse individuo, ele afirmava também que todas as doenças possuem uma causa natural, não devendo ser encaradas como punição divina.

Os gregos davam justificativas humanas para problemas humanos. Eles acreditavam que tudo que acontecia era por vontade de Deus ao contrario do que os egípcios acreditavam.

A explicação de Hipócrates ilustra que a Grécia Antiga nos proporcionou a idéia da investigação sistemática, de que o mundo é regido por leis da natureza, e não por deuses cheios de caprichos.

O modelo questionado veio dos gregos antigos, civilização que desenvolveu uma assembléia, na qual os homens aprenderam a persuadir uns aos outros por meio do debate, construiu uma religião que não era dominada por sacerdotes.

Que percurso histórico explicaria o aumento do racismo? O que levou os gregos a se diferenciarem dos outros povos da antiguidade?

O estado no Egito e na Grécia antiga

As pirâmides estão bem longe de ser uma obra pública, pois, as pirâmides não passavam de tumbas gigantes para guardar o corpo do faraó morto. Elas são a própria imagem do Estado teocrático. Quem desobedecesse ao Estado era como desobedecer aos deuses.  Neles os homens eram súditos e não cidadãos e as leis eram atribuídos aos deuses e não aos homens.

Essa talvez seja a grande invenção dos gregos: um estado que representava os homens, e não os deuses, em que as leis eram feitas pelos homens leis que não impunham pelo prestigio religioso, e sim pela força da linguagem.

O mundo minóico

“ micenico teriam invadido e assimilado a cultura cretense”

As escavações arqueológicas levaram a descoberta das origens da civilização grega e com os restos arqueológicos foi possível afirmar que cretenses estavam acostumados a fazerem viagens por mar e tinham ligação com os egípcios.

Em Creta, vida e religião estavam intimamente integradas. Na política o rei não tinha só o poder político, mas também religioso, suas leis representavam a força dos deuses e não a dos homens.

Os centros da civilização minóica, assim chamado em homenagem ao rei Mino, foram distribuídos por volta de 1450 a.C.. A maioria afirma que resultou da invasão e da pilhagem levada a cabo por gregos, conhecidos como micênicos. Eles teriam invadido, assimilado a cultura cretense, e depois superado e submetido a ilha de Creta. Os minóicos não se recuperaram e, sua civilização desapareceu. No entanto, sua participação na origem da civilização desapareceu. No entanto, sua participação na origem da civilização grega foi fundamental. Os vestígios indicavam que a cidade de Cnossos, em Creta, era o centro de um império  predominantemente comercial. Seu palácio é a melhor evidencia arqueológica do progresso conquistado por essa civilização.

Pablo José, Daiane e Aline

1ºA Hilda Bergo Duarte


About this entry